Esporte& – Técnico deixa o time que comandava antes da pandemia e deve voltar ao São José

Da redação 
JOGANDO JUNTOS

São José deve confirmar a volta do técnico Ricardo Costa. O treinador poderia continuar no Capivariano, que aguarda a retomada do Campeonato Paulista da Série A-3, mas preferiu se desligar e ficar livre para um novo projeto. As conversas com os dirigentes joseenses já estão bem adiantadas. No final do ano passado, quando voltou ao time joseense como gestor, Robertinho da Padaria não es- condeu a preferência por Ricardo Costa. Juntos, quase conseguiram o acesso em 2018, quando a equipe levou um gol nos minutos finais de uma partida decisiva em Ribeirão Preto e o Comercial ganhou a vaga do mata-mata de dois empates pela melhor campanha.

Nesta temporada, Ricardo Costa assu- miu o Capivariano e estava com o time na quarta colocação da Série A-3 e bem encaminhado para as quartas de final. O coronavírus veio, o futebol parou e o treinador ficou sem o restante da competição antes de uma transferência para o São José que deveria ter o seu campeonato começando em abril.

Agora, com a retomada da Série A-3 programada para o dia 20 de setembro e o encerramento no dia 21 de novembro, o São José precisava de uma posição de Ricardo Costa. Com o campeonato da Segunda Divisão previsto para começar também no final de setembro, o time jo- seense não poderia esperar o treinador fechar a sua campanha em Capivari para depois se apresentar no Martins Pereira.

Saída do Capivariano

Na manhã de 29 de julho, o portal Fute- bol Interior divulgou a saída de Ricardo Costa em comum acordo com a diretoria do Capivariano. Confira parte do texto da matéria publicada:

“Foi um acordo tomado em conjunto, tive diversas conversas com a diretoria. Mas, é lógico que essa parada influen- ciou bastante, até porque meu contrato terminou durante essa pausa e eu aca- bei ficando livre no mercado. A gente entende esse momento que o mundo está passando e os clubes vão acabar tendo diversas dificuldades neste retor- no, pelos prejuízos financeiros de ficar tanto tempo parado, sem patrocínio”, disse Ricardo Costa.

“Mas foram conversas tranquilas, e saio pela porta da frente. Só tenho a agradecer ao Capivariano pela opor- tunidade que me foi dada. Estávamos fazendo um bom trabalho, o clube es- tava bastante organizado, mas enten- demos que essa era o melhor momento para encerrarmos o ciclo e agora vou em busca de um novo desafio. Fico na torcida pelo clube, que merece logo sair desse Paulista A3”, completou.

 

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here