Comportamento& – Alimentação fora de casa

A praticidade e variedade dos restaurantes por quilo atrai os brasileiros

Alimentação fora de casa

Conceito brasileiro para o mundo, o restaurante de comida a quilo há mais de três décadas permanece como “patrimônio gastronômico” predileto de milhões de pessoas em todo o país. O primeiro restaurante deste tipo em terras brasileiras, e consequentemente no mundo, foi criado no ano de 1984, em Belo Horizonte, pelo chef Fred da Mata Machado. Segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o brasileiro está fazendo suas refeições mais fora de casa. Dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018 apontam que as famílias brasileiras gastaram 32,8% dos seus recursos, destinados para alimentação, em bares e restaurantes.

Recentemente, a pesquisa Brasil Food Trends 2020, constatou que a preferência nacional continua sendo dos restaurantes por quilo (27%), seguido pelas lanchonetes e redes de fast food (19%). Um dos principais motivos é a praticidade, visto que muitas pessoas não têm tempo de se deslocar até a residência para fazer as refeições nos intervalos do trabalho. Outra pesquisa, realizada pelo Sebrae, aponta que de cada dez restaurantes de pequeno porte no Brasil, seis adotam o sistema de atendimento self-service.
Em tempos onde a alimentação está em alta, é preciso ficar atento à qualidade dos alimentos, pois com a rotina corrida do brasileiro, uma refeição balanceada faz toda a diferença.

Com isso, os restaurantes na modalidade self-service levam uma grande vantagem pela quantidade de opções e facilidades oferecidas ao consumidor de montar o prato de acordo com seus gostos e dieta alimentar.
É muito comum, hoje em dia, um mesmo restaurante oferecer alimentos que se adequem às mais variadas preferências de paladar e a quem tem restrições alimentares.
Com tantas opções nos estabelecimentos self-service o desafio fica mesmo na hora de escolher o que vai para o prato.

Maria Eduarda Carvalho Fajardo, bancária, de 21 anos, conta que costuma fazer suas refeições em restaurantes com frequência.
“Como moro longe do trabalho, acabo optando em almoçar fora de casa. Me preocupo muito com a qualidade da minha refeição. Gosto da variedade que o self-service oferece, pois consigo colocar no meu prato todas as opções para montar um cardápio variado” conta.

Para Henrique Lima, estudante de 21 anos, o maior atrativo é a praticidade.
“Para mim a maior vantagem é ter acesso rápido ao prato. Como fora de casa ao menos umas três vezes na semana. Eu que vivo na correria, gosto de chegar, comer e pagar. Cozinhar em casa é algo inviável para mim”, comenta.

Mariana Nogueira, assistente de gerente, de 24 anos, conta que prefere ir a restaurantes aos finais de semana.
“O que me atrai no sef-service é poder comer de tudo um pouco. Posso numa única refeição experimentar sabores diferentes e com muita variedade num lugar só. Deixo para ir aos finais de semana, pois gosto de comer com tempo e saborear os alimentos. Pela variedade acho o preço justo, isso também é muito bom”, explica.

O Churraskilo Restaurante Grill foi inaugurado em 1996 na cidade de São José dos Campos e tem como produto principal o fornecimento de refeições no sistema self-service por quilo.
O restaurante possui um buffet completo, com diversos tipos de saladas, frutos do mar, comida japonesa, massas, feijoada, escondidinho e também uma variedade no churrasco com mais de 15 tipos de carnes.

O restaurante ainda tem diversas opções de sobremesas que também estão disponíveis no sistema self-service por quilo, além de sorvetes e doces.
O restaurante, que é um pioneiro na cidade há 23 anos, tem atualmente 5 unidades em São José dos Campos.

Sinval Andrade, gerente de loja, de 64 anos, conta que tem preferência por churrascarias.
“Durante a semana costumo fazer as minhas refeições no restaurante da empresa, mas como sou um apreciador de carnes, reservo os finais de semana para comer fora. Não tenho pressa, gosto de sentar e comer com calma. A churrascaria é sempre minha primeira opção pela variedade de opções de carnes”, explica.


Já o Barbaresco, especialista em culinária italiana e mediterrânea, iniciou em São José dos Campos com um restaurante no CenterVale Shopping no modelo à la carte, mas no restaurante do Vale Sul Shopping optou pelo sistema de buffet self-service.
Atuando nas duas modalidades, o Barbaresco consegue atender seus clientes de acordo com a necessidade e preferência que a ocasião requer.
Talita Oliveira Assis, analista de sistemas de 35 anos conta que almoça fora de casa todos os dias da semana.


“Aos finais de semana prefiro as opções à la carte, até porque tenho mais tempo e posso esperar o prato chegar, mas durante a semana só vou ao self-service, pois não tenho muito tempo para fazer a refeição. Costumo variar bastante, mas tenho muito cuidado em escolher os restaurantes. Quando estou com meu filho pequeno, a escolha do restaurante depende muito se tem variedade suficiente para ele. Independente da modalidade em que escolho, de acordo com a rotina do dia, a qualidade sempre é o grande diferencial”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here